fbpx

Saiba tudo sobre

O eneagrama é um waze das personalidades, uma ferramenta de autoconhecimento, que permite entender quem somos e compreender as outras pessoas.

O que é

O que é

Por que fazemos o que fazemos? O eneagrama explica, não o Cortella.

É o sistema mais completo para compreender a psique humana, o que fazemos e por que, nossa forma de ver o mundo, de nos relacionar, nossas virtudes (luz), defeitos (sombra) e nossos padrões comportamentais.

Enfim, se você é alguém que deseja ser admirado pelos seus comportamentos e atitudes, o eneagrama é a resposta.

De forma simples podemos comparar eneagrama ao waze, quando você quer saber o caminho para ir para algum lugar, você abre o app e ele te indica a rota, no eneagrama, se você deseja saber porque age de determinada forma e ele explica, além de orientar qual o caminho percorrer para evoluir de forma comportamental e alcançar seu propósito existencial.

O eneagrama nos dá a oportunidade de conhecer nossas motivações mais profundas e entender aqueles comportamentos/atitudes que expressamos de forma repetitiva, nossa estratégia mental inconsciente. A esse padrão comportamental chamamos de TIPO e eles são 9.

Podemos apresentar comportamentos nocivos, que prejudicam nossa vida pessoal e profissional. Descobrir nosso Tipo, nos permite visualizar nosso caminho de evolução de personalidade e de involução também.
Composto pela combinação de um círculo, um triângulo e uma hexade, o eneagrama se transforma em uma estrela de nove pontas. Pode ser usado na compreensão e estudo de qualquer processo contínuo. Sua lógica é que o fim é sempre o início de um novo ciclo.
Já ouviu a história de Platão; o mito da caverna? Então, a analogia a essa parábola é a quantidade de informações e aprendizados dentro de uma única imagem.

origem

origem

Segundo estudiosos, em muitas civilizações cristãs desde a Idade Média se encontram vestígios do desenho do Eneagrama, ao que se tem conhecimento ele não tem um criador registrado.

É uma ferramenta com milênios de idade, é uma teoria muito poderosa, que busca uma profunda expansão da consciência. Podemos afirmar que o eneagrama promove uma evolução em nível de espiritualidade, mas preferimos deixar essa curiosidade, que é muito mal interpretada para outro momento.

Duas referências mundiais em Eneagrama Don Riso e Russ Hudson afirmam que sem autoconhecimento, não iremos muito longe em nossa jornada de crescimento.

Vêm de diversas tradições antigas, do pensamento grego de Pitágoras e Platão, das filosofias herméticas e gnósticas, passando pelo judaísmo, cristianismo e islamismo. Num passado mais recente um estudioso chamado Gurdjieff, filósofo armênio, apresentou o eneagrama e ensinou a filosofia do autoconhecimento.

Depois Oscar Ichazo, um filósofo Boliviano, que era fascinado pela ideia de recuperar conhecimentos perdidos, pesquisou e sintetizou os vários elementos do eneagrama.

Ele associou as nove pontas do símbolo aos nove atributos divinos que refletem a natureza humana, oriundos da tradição cristã, isso aconteceu no início da década de 50, onde nasceram os nove tipos de personalidade.

Ao longo dos anos seguintes, Ichazo estabeleceu a sequência adequada de emoções no símbolo. Para isso, ele quase enlouqueceu, fazendo mais de 108 eneagramas, descrevendo processos e criando o primeiro mapa da psique humana para elevação do nível de consciência.

Em 1970, o médico psiquiatra Claudio Naranjo correlacionou os tipos do eneagrama às características psiquiátricas que conhecia. Assim, começou a expandir as resumidas descrições de Ichazo e montando um sistema de tipologias.

Possibilitou que cada ser humano se torne consciente da emoção que predomina e influencia suas ações e decisões, aí entram os padrões de comportamento que podem ser identificados, suas motivações e seus estresses.

É uma figura geométrica de nove pontas que funciona como símbolo processual, que mapeia a personalidade. Cada uma de suas pontas representa um tipo psicológico, é composto de três elementos principais:

  • Um círculo externo que representa A Lei do Um – UNIDADE.
  • Um triângulo equilátero que representa A Lei do Três – TRINDADE, a divisão do todo em três partes.
  • Uma héxade (figura de 6 pontos) que representa a Lei do Sete.

O significado da palavra Eneagrama vem do Grego:

  • ennea, que significa “nove”
  • grammos, que significa “figura, desenho”

Saber no que nosso ego se concentra, pode lançar luz para explicar comportamentos ou decisões que tomamos.

O ego, a parte inconsciente de nosso ser, de forma simples é um fantasma seu, encarregado de procurar conflitos, provoca distorções mentais que mudam nossa maneira de perceber a realidade, nos causa dor e sofrimento.

A essência é o caráter natural do indivíduo, sem vícios, que não distorce a realidade, livre, límpido e sem filtro, se fosse resumir é você sem crenças.

Nossa personalidade tem uma distorção, um ego característico do nosso eneatipo (tipo do eneagrama), quando identificamos ele evoluímos em essência, reconhecendo e elevando a consciência, se você não for muito teimoso.

OS CENTROS

OS CENTROS DE INTELIGÊNCIA DO ENEAGRAMA

Você já se pegou sentindo que às vezes age somente com o coração? Conhece pessoas que são pura razão? Outras que saem atropelando tudo e estão sempre agindo de forma instintiva? Pois bem, o Eneagrama é dividido em 03 centros:

Tipo 08: busca PODER
Tipo 09: busca PAZ
Tipo 01: busca PERFEIÇÃO

Tipo 02: busca PRESTEZA
Tipo 03: busca PERFORMANCE
Tipo 04: busca PROFUNDIDADE

Tipo 05: busca PRIVACIDADE
Tipo 06: busca PRECAUÇÃO
Tipo 07: busca PRAZER

1 2 3 4 8 9 7 6 5

Como funciona

Os Tipos de Personalidade do Eneagrama são divididos em 3 Centros de Inteligência. Cada centro descreve uma forma específica capturar informações e compreender o mundo a sua volta. Vamos descobrir como funciona cada um?

9 tipos

9 TIPOS DE PERSONALIDADE ou 9 EU’S

Porque somos como somos? Pensamos como pensamos? O que nos faz ser, como reconhecer nosso caráter, nossas virtudes, nosso lado obscuro?

Quem é o seu EU? Qual é o seu tipo?

A seguir uma breve descrição dos 9 tipos que o eneagrama tem como base, para que você perceba e possivelmente se identifique, permitindo o início de uma jornada de evolução pessoal e profissional.

Os tipos podem variar de acordo com a asa dominante, os instintos e os níveis de desenvolvimento. Descubra-se e evolua.
asas

AS ASAS e as 18 Combinações do Eneagrama

Assim como um pássaro que não consegue voar com uma asa só, nosso eneatipo também possui duas asas, elas são o número ao lado do seu Tipo, um à esquerda e outro à direita.

Veja a figura abaixo:

Uma de nossas asas influencia mais o nosso comportamento, é sua tendência de ação e reação nas situações que se apresentam, conforme algumas características daquele eneatipo dominante ao seu lado. 

Descobrindo qual a asa dominante do seu eneatipo identificamos qual a que precisa de mais atenção para encontrar equilíbrio.

Se você fez o TED e confirmou seu tipo, fica fácil identificar a asa mais desenvolvida e a que está com necessidade de atenção.

Por exemplo:

No perfil tipo 6 as asas são 5 e 7. Um perfil 6 com asa 7 mais desenvolvida é diferente que um tipo 6 com asa 5 mais desenvolvida.

Ainda, tipo 6 asa 7 é diferente que tipo 7 asa 6.

Vejamos abaixo os nomes dados aos subtipos de acordo com Riso e Hudson, os papas do Eneagrama no mundo:

Tipo 1

Asa 9: o Idealista
Asa 2: o Advogado

Tipo 2

Asa 1: o Servidor
Asa 3: o Anfritrião

Tipo 3

Asa 2: o Sedutor
Asa 4: o Profissional

Tipo 4

Asa 3: o Aristocrata
Asa 5: o Boêmio

Tipo 5

Asa 4: o Iconoclasta
Asa 6: o Solucionador

Tipo 6

Asa 5: o Defensor
Asa 7: o Camarada

Tipo 7

Asa 6: o Animador
Asa 8: o Realista

Tipo 8

Asa 7: o Independente
Asa 9: o Urso

Tipo 9

Asa 8: o Árbitro
Asa 1: o Sonhador

Flechas

As flechas

O eneagrama é uma figura geométrica e as emoções se relacionam de forma matemática, não mágica. 

Quando você observar uma mandala, vai perceber que os traços da estrela possuem setas, a isso denominamos flechas, elas tem dois sentidos.

Geralmente estão dispostas da forma natural que agimos, ou seja, inconscientes. Representa o movimento de estresse, ou desintegração, que é para onde vamos quando estamos sob efeito de estresse.

Dessa forma, se você é um tipo 2 e está sob estresse, o curso da flecha será de ir para características negativas do ponto 8, persistindo segue para o 5, 7, 1 e assim por diante.

Para evoluirmos é preciso inverter esse impulso e isso só é possível de forma consciente, com um trabalho perspicaz de desenvolvimento continuado.

É importante entender seu mapa e fluxo interno para autodesenvolver-se, fazendo o movimento das flechas.

instintos

27 combinações instintivas do eneagrama

Instintos são reações automáticas e inconscientes, ligadas ao cérebro mais primitivo. O que determina o grau de energia desses 3 instintos é algum trauma sofrido, geralmente na primeira infância.

Os instintos podem ser:

Dominante

A falta de algo é compensada pelo excesso.

Secundário

Tende à normalidade, pode ser alto ou baixo dependendo da situação.

Reprimido

A falta de algo é compensada pela desistência dele.

Os Três Instintos

Os três Instintos (muitas vezes erroneamente chamados de “subtipos”) são um terceiro conjunto de distinções que são extremamente importantes para a compreensão da personalidade.

Um aspecto importante da natureza humana reside na nossa “constituição interna rígida” instintiva como seres biológicos. Cada um de nós é dotado de inteligências instintivas específicas que são necessárias para nossa sobrevivência como indivíduos e como espécies.

Cada um de nós tem um instinto de autopreservação (para preservar o corpo e sua vida e funcionamento), um instinto sexual (para se estender no meio ambiente e através das gerações), e um instinto social (para se unir com os outros e formar segurança social títulos).

Embora tenhamos todos os três Instintos em nós, um deles é o foco dominante de nossa atenção e comportamento – o conjunto de atitudes e valores com os quais mais nos atrai e confortamos.

Cada um de nós também tem um segundo instinto que é usado para apoiar o instinto dominante, bem como um terceiro instinto que é o menos desenvolvido – um ponto cego real em nossa personalidade e nossos valores.

Qual Instinto está em cada um desses três lugares – a maioria, o meio e o menos desenvolvido – produz o que chamamos nossa “pilha instintiva” (como um bolo de três camadas) com seu instinto dominante em cima, o próximo instinto mais desenvolvido no meio, e o menos desenvolvido no fundo).

Essas pulsões instintivas influenciam profundamente nossas personalidades e, ao mesmo tempo, nossas personalidades determinam em grande parte como cada pessoa prioriza essas necessidades instintivas.

Assim, enquanto todo ser humano tem os três instintos que operam nele ou ela, nossa personalidade nos faz mais preocupados com um desses instintos do que os outros dois.

Chamamos esse instinto de nosso instinto dominante. Isso tende a ser a nossa primeira prioridade – a área da vida a que atendemos primeiro.

Mas quando estamos mais envolvidos nas defesas de nossa personalidade, mais abaixo os Níveis de Desenvolvimento, nossa personalidade interfere mais com o nosso instinto dominante.

Além disso, nosso tipo de Eneagrama sabe a maneira como abordamos nossa necessidade instintiva dominante. Combinando nosso tipo de Eneagrama com nosso instinto dominante produz um retrato muito mais específico do funcionamento de nossa personalidade.

Quando aplicamos as distinções desses três instintos aos nove tipos de Eneagrama criam 27 combinações únicas de tipo e instinto dominante que explicam diferenças e variabilidade dentro dos tipos. Chamamos essas combinações das Variantes Instintivas.

Breves descrições dos três instintos:

Instinto de autopreservação (Sp): preserva pela sobrevivência, geralmente é organizado, cético e cuidadoso com a saúde;

Instinto social – “Adaptativo” (So): se preocupa com o bom convívio social e se importa com a opinião e aceitação do todo, geralmente valoriza status e tem maior tolerância aos conflitos;

Instinto sexual – “Atração” (Sx): cria vínculos mais profundos, é mais intenso e gosta do relacionamento 1 à 1. Não se preocupa com a opinião dos outros e pode ser agressivo dependendo do grau de energia.

A maneira como esses instintos vão agir em cada pessoa, depende do nível deles e do tipo da pessoa.

Subtipos

27 Subtipos

Se existem 9 tipos do Eneagrama, com 3 instintos cada um, a conta é simples:

3 x 9 = 27 subtipos!

Cada subtipo tem características únicas em cada tipo e em cada grau de energia. Lembrando que, assim como um doente não precisa ter todos os sintomas para estar doente, você não precisa se identificar com todas as características de determinado instinto para identificá-lo como dominante ou reprimido.

Ao estudar os instintos separadamente, de início é difícil saber de primeira qual é o seu, mas ao analisar os subtipos tudo fica mais claro. Com isso, você aumenta ainda mais seu nível de autoconhecimento e começa a perceber como seus comportamentos e ações fazem ainda mais sentido!

Descoberta

Níveis de desenvolvimento

O Eneagrama é um sistema muito mais completo e profundo do que parece à primeira vista. Asas, Flechas, Instintos, Subtipos, movimentos pelo diagrama, níveis de desenvolvimento e muito mais.

Um dos temas menos compreendidos e mais importantes dentro do universo do Eneagrama das 9 personalidades são os 9 níveis de desenvolvimento (ou consciência) dos tipos.

Em cada tipo do Eneagrama, as pessoas têm níveis de desenvolvimento diferentes, que vão dos mais saudáveis aos mais aprisionados à personalidade. Isso faz as pessoas de um mesmo tipo serem muito diferentes!

Don Richard Riso e Russ Hudson, dois autores pioneiros de Eneagrama, determinaram que existe uma estrutura interna dentro de cada tipo do Eneagrama que poderia ser usada para medir a saúde psicológica de uma pessoa ao longo de um contínuo de patologicamente destrutiva (psicótica) até a libertação (iluminada).

Os níveis de desenvolvimento são revolucionários e representam muitas das diferenças entre pessoas do mesmo tipo, bem como quais tipos de mudanças comportamentais e atitudes podem ser esperadas se alguém se tornar mais ou menos saudável. Este foi um verdadeiro avanço para terapeutas, conselheiros e outros profissionais de saúde, que muitas vezes dependem dos níveis de desenvolvimento para diagnosticar e depois ajudar seus clientes.

Don e Russ determinaram 9 níveis internos de desenvolvimento para cada tipo de Eneagrama.

Os níveis 1-3 pertencem a pessoas “saudáveis” dentro de um tipo, os níveis 4-6 pertencem a pessoas “medianas” dentro de um tipo, e os níveis 7-9 pertencem a pessoas “não saudáveis” dentro de um tipo.

O diagrama a seguir ilustra os níveis que eles teorizaram:

Saudável
Nível 1 Liberação
Nível 2 Capacidade Psicológica
Nível 3 Valor Social
Mediano
Nível 4 Desequilíbrio/Papel Social
Nível 5 Controle Interpessoal
Nível 6 Sobre-Compensação
Não saudável
Nível 7 Violação
Nível 8 Obsessão e Compulsão
Nível 9 Patologia Destrutiva

Este é um estado de transcendência do ego onde a pessoa começa a realizar sua natureza essencial. As capacidades espirituais surgem, o ego é transparente e maleável, permitindo mais equilíbrio e liberdade interior. O nível 1 marca o fim da viagem à essência e o início da jornada como essência.

Esta é uma pessoa extremamente saudável, mas as defesas do ego começam a se desenvolver devido às ansiedades criadas por sucumbir ao medo básico do tipo (diferente para cada tipo).
A pessoa tem um senso de si mesma e se esforça em busca de um ego ideal (quando eu me tornar isso ….., ou quando eu conseguir isso ……, ou quando eu tiver isso ….., então a vida será perfeita!). O ego ainda está tentando alcançar o Desejo Básico (diferente por cada tipo) e perpetuando a desconexão da essência.

O ego da pessoa torna-se mais ativo, criando uma personalidade com qualidades sociais e interpessoais características. O ego e a personalidade são protegidos por mecanismos de defesa, mas essa pessoa ainda é saudável e altamente funcional, contribuindo para o bem-estar dos outros. Ao relaxar a atividade do ego e superar o medo básico, essa pessoa é capaz de subir os níveis.

A mudança do nível saudável para o mediano é uma grande mudança. Mudança clara na fixação e paixão do tipo. A pessoa parece relativamente elevada, mas viola seus próprios interesses e desenvolvimento. O Ego é reforçado, as defesas são aumentadas e os desequilíbrios são introduzidos. Diminuição da capacidade de autoconsciência e presença.

Os traços de personalidade são visivelmente mais problemáticos nesse nível. Este nível é um ponto de virada porque a deterioração daqui para frente torna-se muito mais egocêntrica, defensiva e conflituosa. A partir daqui, é mais difícil trabalhar nos níveis devido a tão pouca consciência interior. A pessoa tenta manipular o meio ambiente e outros para obter seu desejo básico. Os mecanismos de defesa são mais ativos e causam conflitos interpessoais e intrapsíquicos.

A pessoa sobre-compõe os conflitos interpessoais e as ansiedades causadas pela crescente inflação do ego. O egocentrismo surge (diferente para cada tipo), bem como sobre compensações comportamento extremo (neurose) para obter as necessidades atendidas.
As ansiedades e agressões são propensas a serem autuadas neste nível para manter o ego inflado. A pessoa tenta se defender contra sentimentos dolorosos de raiva (tipos 8, 9 e 1) ou vergonha (tipos 2, 3 e 4) ou medo (tipos 5, 6 e 7).

Este é o início dos níveis não saudáveis e marca outra grande mudança. Este nível ocorre se uma pessoa sofre uma grande crise de vida ou cresceu em um ambiente abusivo como criança. As defesas do ego se quebram, surgem táticas de sobrevivência. Resposta auto-protetora. Tentativa desesperada de fortalecer o ego e defender-se de sentimentos intoleráveis. Ansiedade séria. Violação de si mesmo e outras coisas que causam sérios conflitos interpessoais. Não saudável, mas ainda não patológico.

Surgem conflitos intrapsíquicos graves. Tentativas de refazer ou escapar da realidade ao invés de sucumbir à ansiedade. Pensamento delirante e percepção. Este é o estado patológico de distúrbios de personalidade DSM totalmente desenvolvidos. Comportamento altamente compulsivo.

Patologia extrema (psicose). Comportamento destrutivo. Fora de contato com a realidade. Disposto a destruir os outros, a si mesmos, ou a ambos, para poupar-se de enorme dor e ansiedade. Possível colapso psicótico grave, violência ou suicídio.

A personalidade de uma pessoa não é estática, mas flutua constantemente, especialmente sob o aumento do estresse ou a boa sorte. Uma pessoa pode ser feliz, sensata, relaxada, emocionalmente aberta, mais equilibrada, mais pacífica e mais livre um dia.

Em outro momento, a mesma pessoa pode estar deprimida, indecisa, tímida, emocionalmente fechada, desequilibrada, frenética e menos livre. As flutuações na personalidade são minimizadas nos níveis mais altos e no nível 1, as flutuações são pouco visíveis porque há pouca identificação com a personalidade e a auto-imagem.

A maioria das pessoas não vive em um intervalo de 1 a 3 níveis a maior parte do tempo. Isso pode ser especialmente útil para entender quando alguém está sob muito estresse.

Uma das principais realizações dos níveis de desenvolvimento é que mede nossa capacidade de estar presente, o que significa nossa capacidade de sair da nossa cabeça e estar no aqui agora, sem pensar em nós mesmos de forma alguma, apenas respondendo naturalmente ao momento do desdobramento.

Quanto mais presente, mais liberdade interna teremos, bem como o acesso à todas as qualidades virtuosas que o ego está ocupado tentando alcançar. Nossas mentes são claras e lúcidas, nossos corações são totalmente abertos e receptivos, e nossos corpos estão ancorados e relaxados.

À medida que nos deterioramos nos níveis, nos tornamos mais identificados com o nosso ego, o nosso ser se separa e todos os nossos medos, dúvidas, inseguranças, defesas, auto-imagens e padrões habituais negativos. A autoconsciência é diminuída e há pouca liberdade interna para fazer escolhas positivas e conscientes no momento porque somos reativos, obsessivos, compulsivos, defensivos e habituais.

Os níveis de desenvolvimento podem servir de guia para avaliar onde você está em seu desenvolvimento psico-espiritual em qualquer momento. À medida que nos tornamos mais presentes, através da atenção constante e da auto-observação, podemos nos afastar de nossa personalidade e fazer escolhas mais sábias mais alinhadas com nossos valores e inspiração mais elevados.

Nos sentimos mais livres e menos executados por movimentos compulsivos e inconscientes. Todo o propósito do sistema Eneagrama é ajudar a nos tornar menos identificados com a nossa personalidade para que possamos relaxar na vida e aproveitar a jornada como realmente somos, a essência.

Conforme você evolui em sua personalidade é importante entender o tipo do Eneagrama como uma espiral, uma jornada de crescimento e não como uma personalidade fixa.

Aumentar seu amor, aceitação e admiração para com os 9 diferentes tipos, na medida em que percebe claramente como todos são expressões do divino, se manifestando em degraus diferentes da escada.

Quer se desenvolver ainda mais?

Conheça nossas formações

Enjoei da sua cara feia

Curso de desenvolvimento de lideranças

Um Intruso no Formigueiro

Curso de engajamento de equipes

Agora Phodeu: Da ideia à estreia

Curso de construção e gestão de projetos

Eneagrama em Carne e Osso

Curso de autoconhecimento e autodesenvolvimento

Mestre dos Magos DarkSide

Curso Online de autoconhecimento e autodesenvolvimento